22.12.08

Fim de ano

Hoje eu fui no shopping atrás dos últimos presentes de natal. Não dá, é gente demais e poucas opções interessantes. Mas o shopping vai sortear um carro e, como eu já ganhei uma promoção esse ano, fui lá gastar uns reais e preencher o cupom mais esquisito ever. Eu já preenchi muitos cupons na vida, mas pela primeira vez tinha um campo para o estado civil e outro para número de filhos. Não entendi.

Estou indo para o lagostão para o nosso fim de ano na praia. Deixo aqui a nossa bromélia de natal. :) Até ano que vem!

20.12.08

Treinamento de longo

Já contei a Saga do Vestido, e passei pelo drama do make up e o sofrimento do salto alto. O que eu não sabia é que ia ter que enfrentar o treinamento quase militar da cerimonialista.

Chegamos na igreja e fomos confinados num anexo, mas até aí tudo bem que era só brincadeira entre os amigos, muitas piadinhas sobre os ternos e vestidos e como estavamos todos muito prontos, bonitos e chiques.

A cerimonialista começa batendo palmas para pedir a nossa atenção e pede para que todos sentem que ela tem algumas coisas a dizer. M-e-d-o.

Ela até tentou fazer um estilo stand up, mas ela não era muito engraçada com aquele fone de ouvido tipo agente da CIA. As regras eram as seguintes:
1. Homens do lado direito e mulheres do lado esquerdo. Homens com o braço dobrado a exatos 45º e as mulheres delicadamente segurando o tal braço.
2. Padrinhos do noivo para direita, da noiva para esquerda. E caso a gente não lembrasse da ordem tem a sub-sargenta-cerimonialista lá na frente para nos corrigir e mostrar o caminho.
3. Nada de mascar chiclete. Quem tivesse um na boca tinha que cuspir fora ali na mão dela antes de entrar na igreja.
4. Homens com terno de 3 botões fechar os dois primeiros e deixar o terceiro aberto.
5. Mulheres com bolsa estilo carteira tem segurar em baixo da bolsa na altura do osso da bacia. As de bolsa com alça pequena segura com o braço estendido, mas NÃO pode balançar o braço de jeito nenhum.
6. Não deixar o homem andar mais rápido. Não pode acenar, nada de balançar a cabeça, nem mandar beijinho. Foco no fotógrafo no fim do altar.
7. Só pode sentar depois que o noivo entrar, mas tem que ficar de pé logo depois para a entrada da noiva.

Ela fez a chamada e nós fomos para a porta da igreja.

Depois de esperar um tempão em pé, no salto 10, do lado de fora da igreja, ela nos indicou a hora de entrar. Aqui no Ceará é quente pacas, as igrejas só tem ventilador (fiquei com pena do amigos de terno), então fizemos uma sauna básica e bronzeamento artificial com as luzes da filmagem.

Na saída da igreja eu já estava feliz que ia sentar no ar condicionado do buffet, beber água e depois alguma coisa alcóolica, comer e curtir. Mas eu estava tão enganada. Ainda tinha a foto com os noivos.

Felizmente a cerimonialista-general juntava 4 casais de uma vez. "Faz pose de miss!" ela mandou. Eu respondi "Pode deixar que eu assito America's Next Top Model e sei ser fierce.". Ela não entendeu a minha piada, fez cara feia e eu passei o resto da festa fugindo dela, mas ela não esqueceu de mim. Na hora da noiva jogar o bouquet eu estava na mesa, tranquila e calma, quando vi que estava demorando. Foi aí que escutei o meu nome no alto falante "Karine Marselle venha aqui tentar pegar o bouquet". Eu obedeço, ainda mais quando usam os dois nomes. Não peguei o bouquet (ufa!), mas foi divertido.

Mas o que interessa é que os noivos estavam felizes, apaixonados, o amor é lindo e os amigos são para essa coisas.

PS. A cerimonialista nem imagina que a gente roubou uns docinhos enquanto esperava para bater as fotos. Foi o auge da nossa rebeldia.

11.12.08

Disque-DRs

Ontem eu a Luizinha estavamos no msn falando de DRs, de como tem gente que gosta e perde horas, dias, meses no blá, blá, blá.

A noite eu estava esperando para ver Capitu (visual bonito, mas chata) e num comercial mudei de canal e parei num filme de suspense teen.

A menina do filme fica de castigo porque estrapolou os minutos do celular e tinha que trabalhar de babysitter para pagar a conta. Ela vai tomar conta de duas crianças numa casa far far away no meio do nada. Um serial killer fica ligando para lá aterrorizando a garota. Sabe os 10 minutos iniciais de Pânico? Pois é, estica isso para 90 minutos. Até eu me assustei quando o telefone daqui de casa tocou. O serial killer entra na casa, tem aquela perseguição toda, com chuva, puxão de cabelo, etc. No fim a garota consegue fugir, o maníaco é preso, mas ela termina num hospital com pesadelos.

Vamos ao que interessa nesse filme: o porque do castigo da menina. Ela usou todos os minutos do plano para discutir a relação com o namorado. O garotão vacilou, foi pego beijando outra e estava se desculpando, tentando voltar o namoro. Para isso eles gastaram mais de 500 minutos. Uma coisa que facilmente poderia ter sido resolvida em, hum, 5 minutos? E quando ela está na casa ela atende todos os telefonemas do serial killer porque está esperando o namorado ligar para, wait for it, discutir a relação só mais um pouquinho.

Então, o que aprendemos com esse filme?

1) 95% das DRs de um casal acontecem pelo telefone.
2) Seja lá qual for o motivo da DR tudo pode ser resolvido em 1% do tempo total.
3) Depois de 500 minutos de DR você pode acabar num hospital com pesadelos.

E a mais importante:

4) Serial killers não gostam de DRs.

1.12.08

A saga do vestido

Eu fui convidada para ser madrinha do casamento de um amigo. Um casamento cheio de cerimônia.

Primeiro recebi uma cartinha convidando para ser madrinha. Depois veio o convite oficial com um envelope extra com recadinhos da cerimonialista. Primeiro ela me lembra que eu tenho que estar na igreja meia hora antes, depois ela sugere que o vestido tem que ser longo e que eu devo evitar as cores: branco (óbvio), champagne (variação do branco) e preto.

Eu não entendi o preto, logo ele que é a base de qualquer figurino feminino, que nos deixa elegantes, que é versátil para todas ocasiões. Se alguém souber me explica, please.

A última vez que eu comprei um vestido para um casamento foi em 2003 e de lá pra cá usei em todos casamentos que fui. Um vestido muito legal, que eu posso engordar ou emagrecer que fica bom de todo jeito. Anyway, achei que era hora de renovar e comprar um vestido para os próximos 5 anos.

Eu descobri que é uma tarefa difícil, pelo menos para mim. Primeiro que as cores opcionais ao preto não são legais: amarelo (aquele bem forte e claro), verde bandeira, azul royal, azul ou verde piscina, pink ou rosa, vermelho claro (argh!). Depois, os vestidos longos de festa tem muitas pedras, frufrus, babados, tudoaomesmotempoagora, são pesados, e se dividem em duas modelagens: tomara que caia e ombro único. Quem me conhece sabe que primeiro vem conforto.

Na primeira loja eu experimetei 4 vestidos, nenhum oficilamente longo de festa, mas todos confortáveis: um rosa (sim, Luizinha, eu vesti um rosa e gostei tá?), um lilás/roxo, um verde (que o corte era bonito mas a cor não), um meio azul escuro/verde escuro/roxo (muito bonito, mas ficou grande). Nenhum que eu fosse poder usar nos próximos casamentos sem que lembrasse desse. Ok, next!

Na segunda loja experimetei 2. Um bordeaux (nome chique da cor vinho) e um super estampado colorido (muito legal). As vendedoras da loja até se esforçaram, mas concluímos que estampado super colorido ia me render um olhar repressor da cerimonialista, e estampado enjoa logo.

Na terceira loja, já meio de saco cheio de experimentar roupa e achando que ainda ia ter que fazer isso outro dia, achei um azul marinho que agradou e bingo! é esse. Azul marinho, básico, alguns detalhes em branco, perfeitamente adaptável para os próximos casamentos.

A saga do vestido termina aqui, mas ainda tem o drama do make-up/cabelo e o sofrimento do salto alto.

O que a gente não faz pelos amigos.

19.11.08

Transporte alternativo

A vovó Sheila vem nos visitar em janeiro. Sabendo que ela adora fazer um cruzeiro volta-ao-mundo fiz a seguinte pergunta:

"Nick, a sua mãe vem de navio?"

Resposta:

"Só se for navio espacial."

phone home.

16.11.08

Book Report (2)

Como Me Tornei Estúpido de Martin Page

Ainda vou fazer o prometido Momento TOC livros 2008, esse é só um aquecimento.

Esse ano eu li dois livros do Martin Page, esse do título do post e um chamado "A gente se acostuma com o fim do mundo". Confesso que comprei os dois pelos títulos, e os dois são bons, mas vou falar do primeiro.

Esse livro conta a história de Antoine, um rapaz de 25 anos muito inteligente, que lê bastante, se informa de tudo, sofre com as mazelas do mundo e por isso ele se sente mal, triste, depressivo. A maldição da razão.

Antoine acha que se tornar estúpido ele irá sofrer menos pois não se preocupará tanto e poderá desfrutar de outros prazeres. Sua primeira tentativa é se tornar alcoólatra, ele acha que os bêbados não se preocupam com o que falam, não pensam muito e diz que "os alcoólatras são compreendidos, tem consideração médica e humana. Ninguém pensa em compadecer-se das pessoas inteligentes.". Ele vai até a biblioteca local e pega todos os livros que falam sobre bebidas e alcoolismo, depois ele vai até um bar buscar o que ele chama de um Yoda do uísque. Ele acha um mentor que o prepara para tudo que ele vai sentir ao se tornar um alcóolatra, mas depois de meio copo de cerveja Antoine entra em coma alcoólico.

No hospital ele decide se matar para poupar seus amigos de sofrer com ele, "eu sou tão pouco dotado para viver que talvez me realize na morte". Depois de uma conversa com o doente vizinho, Antoine descobre que existe um curso para suícidas, para que eles não cometam erros ao se matar (e o curso tem gift shop e tudo mais). Mas isso também não funciona para Antoine.

Ele conta aos seus amigos a sua decisão de se tornar estúpido e procura o seu médico que lhe dá um remédio chamado Felizac. Com esse remedinho Antoine passa a não se preocupar tanto e começa a comprar bens, tem que arranjar um emprego para se sustentar, fica muito rico, compra mais coisas (que ele não deseja nem precisa, mas acha que tem que ter. É um comprador e não um consumidor).

Antoine se torna estúpido. Isso não agrada seus amigos e nem o faz feliz.

O que acontece? É um livro divertido, curto, lê-se rapidinho e se dá boas risadas. Vale a pena.

12.11.08

Momento TOC Nerds na tv






Os nerds estão na moda, o que era meio ridículo nos anos 80-90 passou a ser legal, thanks to Mr. Steve Jobs e Mr. Bill Gates, e hoje somos todos nerds.

Então na tv eu tenho os favoritos.

1- Dr.Reid de Criminal Minds. Ele tem uma memória espetacular a ponto de numa dessas investigações fizeram uma pergunta para ele e o comentário do policial local foi "tô vendo que vocês trazem um computador próprio". O visual é quase anos 70, mas ele não faz feio.

2- Sheldon de The Big Bang Theory. É uma série de nerds, ou será geeks, eu nunca sei a diferença. Sheldon não entende necessidade de interação humana e tudo para ele é uma experiência científica. Quem mais iria se fantasiar de efeito doppler? Ele não tenta ser normal como os outros nerds da série e por isso ele é o mais divertido. Ele tem as camisetas mais legais da tv.

3- Chuck de Chuck. O Chuck deixou a faculdade de engenharia para trabalhar na Buy More, mas ele tem um cérebro que contém todas as informações secretas do mundo da espionagem. E ele é lindo.

4- Dwight de The Office. Bears, beets, Battlestar Galactica. Mora na fazenda de beterraba com o primo Mose (adoro), coleciona bobbleheads, é fã do Senhor dos Anéis e Star Wars, adora rock metal, se veste sempre com camisa em tons de amarelo/mostarda e é puxa-saco do chefe.

5- Dexter de Dexter. Sim, além de serial killer ele também é nerd. Ele entende tudo de sangue, pesquisa suas vítimas com afinco, tem uma casa super arrumadinha e nada escapa sua percepção.

6- Gil Grissom de CSI. O que dizer de um cientista forense especialista em insetos e afins? Um nerd de respeito.

7- Dr. House de House. O maior de todos. Nerd, geek, CDF, inteligente, gênio, you name it, e tem bom gosto musical.

8- Charlie Epps de Numbers. Matemático brilhante que usa as fórmulas e teorias para ajudar seu irmão a localizar e prender bandidos. Se você não gosta de matemática, assite essa série que o Charlie vai fazer você querer abraçar uma calculadora.

9- Liz Lemon de 30 Rock. Liz é uma nerd-pop, sua série é cheia de referências a Star Wars, ela adora comer os salgadinhos Sabor de Soledad, um genérico mexicano e fala alemão (ou quase).

10- Sawyer de Lost. Ok, sei que tem gente protestando, mas acompanhem meu raciocínio. Ele é que mais lê na ilha, é ele que faz todas as referências a Star Wars, ele até assistia Little House On The Prarie. Os apelidos que ele dá todos tem um fundo engraçadinho-pop. Ele pode até conseguir esconder essa nerdice toda atrás da imagem cool, mas quem usa óculos fundo de garrafa na ilha é ele.

7.11.08

Natal-Recife

O marido da minha prima fez uma super festa de 40 anos em Natal. Nós aproveitamos o convite da festa e a data de entrevista no consulado dos EUA em Recife e fizemos um road trip.

A estrada de Fortaleza para Natal é uma reta só. O asfalto da BR aqui no CE é um remendo gigantesco, mas no RN é bom (com excessão de uns dois buracos na volta). A paisagem é assim:


céu azul com nuvens que nem a abertura dos Simpsons



único morro na estrada (morrinho para os íntimos)


depois do morro a vegetação é de cactus como esse


e finalmente o Morro do Careca em Natal

Natal é menor que Fortaleza, a maioria dos hotéis fica na praia de Ponta Negra que tem uma vibe de cidade pequena de veraneio. A praia é tranquila, boa para surfar (quem gosta de ondas cheias), e tem bons restaurantes.

Depois de 4 dias giboiando na piscina do hotel (que tinha hidromassagem com vista para o mar) fomos para Recife. A estrada está em obras de Natal para João Pessoa e de lá para Recife. Estão duplicando e dizem que no fim de 2009 estará pronto. Não bati fotos desse trecho, mas é uma paisagem totalmente diferente, com mais árvores, muita plantação de cana e treminhões (caminhões para carregar cana - enormes) circulando. Chegamos a Olinda:


verde, amarelo, azul e branco

Muitas ladeiras depois fomos para Recife. A Luizinha a-d-o-r-a Recife, ela está lá agora. Eu confesso que não consigo me achar tão fácil na cidade, é ponte para cá, ponte para lá. Fomos a Recife com um objetivo, e depois de ter o visto renovado - direto para estrada de volta, mas paramos outra vez em Olinda para almoçar.

Paramos em Natal outra vez e ficamos mais um dia aproveitando a piscina com hidromassagem. O Nick ainda foi explorar a área em volta do Morro do Careca e bateu essas fotos:


árvore no meio das pedras


praia deserta da aeronáutica

E na estrada de volta, perto de Mossoró bati essa última foto da arte local, ou "o que fazer com seu fusca velho e um ventilador enorme":




25.10.08

O tal acordo ortográfico

A Tia Helo era professora de português, e das boas - é só perguntar para a Luizinha.

Eu ganhei um guia para o novo acordo ortográfico e fiquei pensando o que a Tia Helo ia achar desse movimento. Aposto que ela diria que isso é coisa "deles".

Eu confesso que português não é o meu forte. Se não cometo grandes erros é porque leio muito, já que não sei nenhum regra de acentuação. Nem me perguntem o que é paroxitona, oxitona, preparoxitona. Vou dizer que são ingredientes do meu shampoo (ou será xampú? ainda tem acento agudo?).

Eu andei lendo o guia e confesso que sentirei falta do trema. Acho que dava um ar europeu (tipo o alemão über) a nossa escrita, assim como o til confere o tom latino. Por outro ladotemos a inclusão do K,W e Y. Do hífen eu não terei saudades, se bem que ele só sumiu em alguns casos. Achei chato que idéia vai perder o acento agudo, logo ele que representava a lâmpada acesa tipo "tchan!! tive uma idÉia!", agora ela vai ficar um pouco sem graça.

Mas os portugueses vão ter mais trabalho, eles vão perder um bando de letras no meio das palavaras. Eles escrevem actor, adopção, óptimo, acção, etc.

Concluí que ainda vou escrever errado por um tempo. Vai demorar para acertar algumas palavras, ainda mais a acentuação, mas um dia eu chego lá.

Ou então vou escrever em inglês.

20.10.08

Sessão especial de cinema

Sábado a Bi me ligou chamando para ver Mamma Mia! outra vez, com a Gabi e a Fafá. Ah, eu fui né? Pierce Brosnan na tela grande eu não dispenso.

Chegamos lá e a moça da bilheteria disse que a sessão estava lotada. Como assim??? Sábado 4 da tarde e o filme já está em cartaz a mais de um mês. Estranho. Bom, compramos ingressos para outro filme.

Enquanto faziamos um lanche aparece o Chapíssimo Sávio e nos informa que aquela sessão lotada é na verdade uma sessão fechada para o aniversário do namorado do Miguel. Claro que ele ia dar um jeito da gente entrar.

Oba! Pegamos nossas pulseiras vips para a sessão sing along.

O cinema lotado de gays e 10 mulheres. O filme começou, o pessoal um pouco tímido, mas logo na primeira música surgiram uma palmas, na segunda alguns cantaram em Mamma Mia dava para ver as pulseiras fluorescentes balançando no ar e em Dancing Queen soltaram um rojão de confete. Em SOS muitos gritinhos para o Pierce Brosnan e na primeira frase de The Winner Takes it All, Meryl Streep foi aplaudida mais do que na cerimônia do Oscar.

Nós mulheres eramos as mais animadas no cinema. Definitivamente Mamma Mia! é um filme de-mulher-para-mulher, mariiiisa.

No fim foram todos para frente do cinema dançar as duas últimas músicas: Dancing Queen e Waterloo. Com plumas e confete. Eu saí sem voz de tanto cantar.

Melhor sessão de cinema de todos os tempos ever! :)

13.10.08

Conversas iPodianas (9)

O modo shuffle estava ecológico hoje e mandou a sequência:

- In My Tree - Pearl Jam
- One Tree Hill - U2
- Fake Plastic Trees - Radiohead

Vou aguar as plantas.

11.10.08

Novidades

As séries voltaram nos EUA (oba! novos episódio de The Office), menos Lost que só vem em fevereiro, e algumas novas apareceram na tela.

Então eu vou colocar aqui as que eu resolvi acomodar na minha longa lista de séries. Curiosamente, nenhuma comédia, mas com The Office, 30Rock, Entourage e How I Met Your Mother, quem precisa de mais?

True Blood - Essa série é sobre vampiros, hum, melhor, é sobre preconceito e tem vampiros. Ou algo parecido. Deixa eu contar um pouco para ver se vocês entendem.

No mundo dessa série os japoneses inventaram sangue sintético, colocaram em garrafinhas e na geladeira dos supermercados. Com isso os vampiros puderam sair do caixão e participar ativamente da sociedade sem que os humanos tenham medo que eles matem. Mas sabemos que não é bem assim, nem os humanos acreditam nisso e nem os vampiros são tão bonzinhos. Está na natureza de cada espécie.

Numa cidadezinha da Louisiana, sul dos EUA onde todo mundo fala arrastado, vive a garçonete Sookie. Ela tem o poder de escutar os pensamentos das pessoas. Um dia chega no bar da Sookie o vampirão Bill. Ahhhh o vampirão Bill, pode morder o meu pescoço. Ok, voltando a sinopse. Sookie se sente atraída por Bill e vice versa. Sookie não consegue escutar os pensamentos dos vampiros e nem os vampiros conseguem hipnotizar Sookie (sim, é assim que eles chegam no pescoço).

Além desse romance, tem uns assasinatos rolando na cidade, tem o traficante de V (sangue de vampiro que dá barato), tem o irmão tarado da Sookie, tem o chefe bonitnho-mas-freak dela, e outros vampiros.

O visual da série é trash, é um pouco difícil se acostumar com tanta coisa freak, mas vale a pena. É do mesmo criador de Six Feet Under, uma das melhores série que já vi. Passa na HBO de lá, pode ser que passe aqui.
Confesso que a série me ganhou na abertura super trash, mas com uma música deliciosa. (Tia Helo desculpa pela imagens abaixo, tudo culpa "deles")




The Mentalist - Patrick Jane é um cara com o poder da observação e percepção. Ele "enganava" as pessoas se passando por vidente em programas de tv e faturava uma grana com isso. Um dia sua família foi assassinada e ele não "previu". Então ele resolveu usar seus talentos para ajudar a polícia.

É como se fosse Psych sem a comédia e bem melhor. Patick consegue saber tudo só de olhar para fotos na geladeira, ou comer uma refeição.

Quem faz o Patrick é o ator australiano (e tomou leitinho) Simon Baker. A única coisa que eu não curto muito nessa série, mas não chega atrapalhar, é a Robin Tunney, atriz chatinha.

Vai passar na Warner.

Fringe - Nova série do JJ Abrams, pai de Alias e de Lost. É sobre ciência alternativa, grandes conspirações, empresas dominadoras, é tipo X-Files. A mocinha do FBI Olivia é colocada para trabalhar com o recém-saído do hospício Walter e seu filho (o Pacey de Dawson's) para descobrir alguns mistérios que vão aparecendo.

O Walter oscila entre a insanidade e a lucidez que você não sabe se odeia ou se gosta do velhinho. É o meu personagem favorito.

Essa série tem cenas ótimas nos inícios dos episódios. Achei legal e vou continuar vendo.

Sons Of Anarchy - Essa é Hamlet+Sopranos com motoqueiros. Jax, motoqueiro loirão, faz parte da gangue Sons of Anarchy criada pelo seu pai, que "cuida" da cidadezinha (leia-se vendem armas e drogas). O pai de Jax morreu e a mãe casou com o tio que manda em todo mundo. Quando a ex-mulher junkie do loirão dá a luz ao filho ele vai atrás de saber coisas do próprio pai e descobre um manifesto sobre o que devia ser a gangue.
Jax começa a dar idéias para o tio e para a mãe, mas esses dois já sabem de onde essas idéias estão vindo e não gostam nada.
Essa é a história central. Tem muita violência, mas é bem escrita. Eu não tinha intenção nenhuma de ver essa, mas acabei gostando dos 3 primeiros episódios.

Depois eu volto para dizer quais séries eu continuo vendo, quais eu deixei de lado, e as que abandonei de vez.

4.10.08

Premiada

Eu participo de todo e qualquer concurso, sorteio e promoção oferecido por lojas, supermercados, shoppings, programas de tv, sites, etc. É difícil ganhar, mas eu tento.

Aliás, uma vez ganhei um mês de yoga como contei nesse post.

Para a minha surpresa, depois de comprar, sei lá, 20 barras de chocolate 1/2 amargo (não todas de uma vez) eu fui sorteada na promoção da Nestlé. E ganhei um kit torcedor.

Chegou aqui em casa pelo correio uma caixa (super legal) com:

-Um voucher para retirar 4 ingressos para assistir o time de coração da minha cidade. Eu sou flamenguista, mas como eu moro em Fortaleza tive que fazer unidunitê entre os times locais e deu Ceará. Então eu tenho 4 ingressos para a 37ª rodada, em novembro, para ver Ceará x Gama. Jogão da segundona, hein? Alguém se habilita a ir comigo?

- uma camiseta da torcida nestlé.

- um postal com a foto do Pelé vestindo a camisa do Ceará.

- e...tchan, tchan, tchan....um cd do rei. Do rei Pelé.

(inserir risadas aqui)

Aqui está a lista de músicas do cd PeléGinga, todas compostas pelo Edson Arantes do Nascimento:
1-Ginga (óbvio), 2-Moleque Danado, 3-Quem Sou Eu (momento Hamlet), 4-Acredita no Véio, 5- Banho Quente (m-e-d-o dessa), 6-Meu Legado, 7-Cidade Grande, 8-Meu Boi, 9-Trocando as Bolas (ui!), 10-Sou Brasileiro (e não desisto nunca, vocês tem que escutar minhas músicas), 11-Perdão Não Tem e 12-Vexamão (ainda bem que ele sabe).

Eu ainda não escutei, mas posso afirmar que como cantor o Pelé é um ótimo jogador de futebol.

Diz lá na caixa que eu estou contribuindo para o programa nutrir, yada, yada, yada, os ingressos são legais e tal, mas um cd do Pelé? Seriously?

Sinto que minha sorte nessa promoção se esgotou, mas em todo caso eu já comprei mais chocolates e tenho mais cupons; então ainda estou concorrendo ao prêmio final, um bocado de reais $$$. Dedos cruzados.

30.9.08

Questionário

Enquanto a Luizinha não aparece por aqui, eu vou colocar esse questionário cinematográfico que eu vi no Rosebud é o trenó.

- Cena musical favorita em um filme - The hills are alive..... Noviça Rebelde.

- Ray Milland ou Gene Andrews -Ray Milland, eu não sei quem é o outro.

- Filme favorito de Sidney Lumet - Um Dia de Cão. Eu também gosto do Assassinato no Expresso Oriente.

- Maior surpresa do verão americano - Mamma Mia! é uma delícia de assistir.

- Gene Tierney ou Rita Wayworth - Rita Wayworth.

- O último filme que vi no DVD e no cinema - no cinema foi Ensaio Sobre a Cegueira, em DVD foi Ligeiramente Grávidos.

- Qual a produção que você preferiria ver o filme prometido pelo pôster do que aquele que foi realmente feito? - The Happening, o poster mostra pessoas estendidas no chão e só o casal de pé, e é do Shyamalan, deveria ser mais interessante.

- Chow Yun-Fat ou Tony Leung? - Tony Leung.

- Filme mais pretensioso - vou com Last Days do Gus Van Sant. Ele quis fazer os últimos dias do Kurt Cobain, crente que ia fazer uma coisa, sei lá, moderna mas fez um dos piores filmes de todos os tempos que eu já vi.

- Diga o filme que melhor representa você, aquele que você recomendaria a um conhecido e que de certa forma afirma perfeitamente “Esse sou eu” - Um Grande Garoto, eu faço nada tão bem quanto o Hugh Grant.

- Marlene Dietrich ou Greta Garbo - Greta Garbo, I want to be aloooone.

- Melhor guloseima pra comer no cinema - acredite se quiser, eu não gosto de comer no cinema, mas se eu tiver fome é chocolate.

- Estrela de cinema atual que poderia estar situada perfeitamente no ’star system’ da Hollywood clássica - George Clooney, o Frank Sinatra ia morrer de inveja.

- FITZCARRALDO, sim ou não? - No thanks. Eu tenho medo do Klaus Kinski.

- Você vai abrir um cinema que vai exibir só filme antigos ou clássicos. Qual o trio de filmes da maratona de abertura? - um suspense: Os Pássaros, um musical: Cantando na Chuva e uma comédia: Um Convidado Bem Trapalhão.

- Mais impressionante ‘debut’ de um ator ou atriz - Sofia Coppola em o Poderoso Chefão 3. Péssima!! (me impressionou de tão ruim).

- Maior decepção do verão americano 2008 - Speed Racer.

- Michelle Yeoh ou Maggie Cheung - Michelle Yeoh, só porque vi mais filmes com ela.

- Indicado 2008 para a Academia dos Superestimados - Juno. É legal, é engraçadinho, mas é um filme teen.

- Indicado 2008 para a Academia dos Subestimados - Into The Wild, poxa esse filme é muito bom.

- Antonioni disse uma vez “Eu comecei a tomar liberdades há muito tempo atrás; hoje, é prática normal para os diretores ignorarem as regras”. Qual diretor atual mais criativamente quebra as regras? O que é quebrar as regras em 2008? - Wes Anderson, acho ele muito criativo. Ele consegue sempre fazer filmes atemporais com histórias ao mesmo tempo fantásticas e muito perto da realidade. Ele escreve personagens únicos. E ele sabe escolher uma boa trilha sonora. (eu não sei o que é quebrar as regras em 2008)

- Qual o filme a ser lançado ainda em 2008 que você aguarda mais ansiosamente? Por que? - The Curious Case Of Benjamin Button, porque acho essa história de nascer velho e ir ficando jovem genial. Tem o Brad Pitt e é do David Fincher. (para 2009 é Watchmen, sem dúvida)

- Qual diretor já falecido você gostaria de ressuscitar para que ele pudesse fazer mais um filme? - Cecil B. DeMille para dirigir um blockbuster sobre o fim do mundo produzido pelo Jerry Bruckheimer.

- Sua primeira ‘queda’ por uma estrela de cinema: fácil, John Travolta em Grease. (ok, podem ter vergonha alheia por mim).

25.9.08

teaser de aniversário

Hoje o nosso blog faz 3 anos!!! Em blog-years essa é uma idade pré-adolescente, ou seja, teoricamente o nosso blog vai amadurecer. Teoricamente.

Em 2006 a Luizinha fez esse post com a foto de um bolo de chocolate maravilhoso, e ano passado eu fiz um momento toc do blog.

Então o post aniversário desse ano é da Luizinha. Já estou fazendo o post-teaser por ela.

É com você Luizinha!

22.9.08

Emmyszzzzz

Ontem teve o Emmy, o Oscar da tv americana. E como eu vejo muita tv não podia perder essa premiação, ainda mais que eu vejo quase todos os que estavam concorrendo.

A festa foi meio chata, no fim correram com as premiações. Ficou que nem o bolo em festa de aniversário que ficam segurando o parabéns até o último minuto e depois que cantam vai todo mundo embora rapidinho.

Eu gostei de dois momentos: o medley de aberturas cantado pelo Josh Groban e a piadinha do Ricky Gervais com o Steve Carell (genial, adoro o Michael Scott). Thanks São Youtube.

Mad Men levou melhor série de drama, merecido. Aliás, qualquer uma nessa categoria era merecido: Dexter, Damages, House, Lost e Boston Legal (única que não vejo). Ainda vou fazer um post sobre Mad Men, é uma série fina, chique, bem feita.

Na comédia foi quase tudo para 30Rock, eu adoro, me divirto muito com a Liz Lemon e o Jack Donaghy (que deu o prêmio ao Alec Baldwin). Só fiquei triste que a minha querida The Office não levou nada, nadinha. Podia ter dado um para o Dwight já que o Ari Gold (Jeremy Piven) de Entourage tem três. Também vou fazer um post sobre Entourage. Sobre 30Rock e The Office já fiz.

Damages levou melhor atriz para Glenn Close, barbada. Ela faz uma advogada de dar medo e a série é muito boa. O advogado Ray Fiske também ganhou um prêmio (mas nesse eu estava torcendo para o Ben Linus de Lost). E parece que Damages vai voltar melhor ainda, com William Hurt e Marcia Gay Harden no elenco. Mal posso esperar para ver as maldades da Patty Hewes.

Pushing Daisies levou um prêmio de direção. Eu adoro essa série, ela é muito colorida e fantasiosa, e é sobre a morte. Falei um pouco sobre ela aqui.

Outra injustiça, para mim, foi o prêmio de ator de drama. Ganhou o cara de Breaking Bad (uma série sobre um professor de química que descobre que tem cancêr,meses de vida, e resolve fabricar meth e se associar a um aluno traficante), eu não gosto. Eu teria dado para o Dexter, meu serial killer favorito.

Momento vogue: eu não vou fazer análises de moda e tal, deixo isso para os profissionais no assunto. Só sei que metade das mulheres estavam de tomara-que-caia e a outra metade de ombro único. Eu gostei do vestido amarelo da Mariska Hargitay Entre os homens, McDreamy, John Krasinski (eu coração Jim) e Lee Pace eram os mais elegantes.

Momento irônico: o Hugh Laurie que faz o Dr. House não foi a festa porque estava super gripado. Se eu conheço bem o Dr. House ele ficou em casa tocando guitarra e se safou da premiação boring.

Momento nostalgico: no medley apareceram cenas de Happy Days e de M*A*S*H. Lembra Luizinha?!?! Eu tinha uma lancheira de Happy Days para ir à escola.

13.9.08

Mamma mia!

É colorido. É ABBA. É brega. É ótimoo!!

A Meryl Streep faz a mãe da Sophie, que vai casar numa ilha paradisíaca da Grécia. Mas Sophie não sabe quem é seu pai e descobre que pode ser um de três ao ler o diário da mãe. Então ela os convida para seu casamento.


Meryl pedindo SOS

Temos:
-Candidato nº1- Pierce Brosnan, canastrão como sempre, mas macho-que-é-macho com o melhor olhar sacana do cinema atual. Ele cantando dá um pouco de vergonha alheia, mas ele pode.
-Candidato nº2- Colin Firth, o Mr. Bridget Jones, bonitão, charmoso, inglês.
-Candidato nº3- Stellan Skarsgård, aventureiro e viking.


Uni duni tê

Completando a festa tem as duas amigas da Meryl, Julie Walters (ótima!) e Christine Baransky (de Arrested Development- também ótima!).

Eu nem gostava muito de The Winner Takes it All, mas a interpretação da Meryl deu um novo sentido para mim, muito bom! Os outros números que eu gostei foram Take a Chance on Me e Does Your Mother Know. Ah, Chiquitita foi muito divertido também.

E as duas últimas do final fecham com chave de ouro. Nada melhor do que Waterloo. :) Eu quis ficar em pé, dançar e cantar.

Pela sessões sing-a-long nos cinemas de Fortaleza já!!!

Tenho certeza que as adolescentes atrás de mim acharam que o ABBA roubou a introdução de Hung Up da Madonna em Gimme, Gimme, Gimme!

Fui só eu ou mais alguém achou que a Meryl Streep de roupa de paetê estava a cara do Terence Stamp em Priscilla, a Rainha do Deserto?

A Tia Helo ia gostar desse filme. Para quem gostava do Freddy Mercury e do Elton John ela só podia gostar do ABBA. Ela diria 31 "Ai, Jesus!", todos para o olhar sacana do Pierce.

dot dot dot

Luizinha, esse era para a gente ter visto juntas! Tem nada não, depois a gente aluga o DVD, dança e canta a vontade.

11.9.08

Back in the game

Semana passada eu voltei a jogar tênis. Como eu disse nesse post, só tem um grau de separação entre eu e o Roger Federer e eu preciso manter o backhand em dia.

Eu jogo tênis on and off desde criança e adoro. Dessa vez passei dois anos sem pegar na raquete, mas voltei para as quadras de saibro.

Então ontem o treinador me colocou para jogar um set contra o boleiro (um garoto de 15 anos que bate direitinho). Do lado de fora da quadra estava o menino que treina depois de mim e o avô dele. O vovôzinho já foi logo dizendo que ia torcer para mim e ainda deu dicas: "olha, você tem que deixar o ombro perpendicular com a rede quando for bater tá?". Ok, vovô!

Joguei, perdi de 6x2 (Jefferson, o boleiro, eu quero revanche viu?) e fui descansar do lado do vovô.

Vovô: minha filha, você joga bem, corre bem, só tem que se concentrar mais nessa batida.
Eu: obrigada, é que faz tempo que eu não jogo.
Vovô: ah, mas você não pode parar de jogar, ainda tem 4 anos para as olímpiadas de Londres.
Eu: ??????......

Vovô, muito obrigada por achar que eu ainda tenho idade e preparo físico para disputar o torneio de tênis nas olímpiadas de Londres. Ganhei o dia.

P.S. Safina, treina bastante viu?

9.9.08

+Filmes


Forgetting Sarah Marshall

Mais um filme da galera que fez Superbad e Ligeiramente Grávidos. Ops, eu nem falei de nehum dos dois qui no blog, resuminho: Superbad é sobre dois adolescentes que querem transar, mas são mais românticos do que imaginam. O gordinho é uma figura, o Micahel Cera é uma gracinha e adorei o McLovin. Next! Ligeiramente Grávidos conta como a Izzie Stevens (sei lá o nome dela na vida real) fica grávida do Seth Rogen (o gordinho com a voz mais sexy do cinema) depois de um one night stand. Eles não tem absolutamente nada a ver um com o outro, mas vão descobrindo que pode talvez funcionar.

ufa!

Agora o da Sarah Marshall. Peter (Jason Segel) é um compositor de trilha sonora e leva um fora da sua namorada mimimimimimi Sarah, que é atriz de seriado. Sorry, ele é que é mimimi.

Para esquecer a Sarah, Peter vai para o Hawaii faz um check in no hotel que ele acha mais legal e Bum! a Sarah está lá com o novo namorado bicho-grilo Aldous (Russell Brand - engraçadíssimo). Peter fica amiguinho da recepcionista e passa o filme inteiro ou chorando pela Sarah, ou pelado, ou se apaixonando pela recepcionista. A Sarah por sua vez fica com ciúminho e tenta voltar para o Peter, mas esse já virou macaco velho e disse nã-hã, thanks.

Esse filme tem uma das posições sexuias mais inusitadas que eu já vi no cinema, pelo menos é engraçada, cortesia do iogue Aldous. Melhor que o tradicional me joga-na-parede-vamos-fazer-em-pé.

Eu só acho que vi mais do Jason Segel do que gostaria, mas não é feio. hihihihi.

A Tia Helo ia gostar das paisagens do Hawaii, mas do resto...sei não. Acho que ela diria 322 "Ai,Jesus!" para esse filme.


Leatherheads e Miss Pettigrew Lives For a Day
Juntei esse dois porque se encaixam na mesma categoria. Ambos passam naquela época entre 1925 e 1940, com uma trilha sonora bem marcada estilo big bands, humor inocente, relações românticas que parecem inocentes mas não são.

Em Leatherheads George Clooney faz um jogador de futebol americano, quando esse esporte era totalmente amador, sem regras e jogado na lama, cujo time está sem patrocínio. Ele vai atrás do Carter (o Jim do The Office) que é um jogador universitário e herói de guerra, para ver se melhora a situação do esporte.

No meio disso tudo tem a chatinha da Renee Zellweger que faz uma jornalista atrás de um furo. É divertido para uma sessão da tarde. Confesso que pedi esse filme para o Paul porque tinha o George e o John Krasinski (eu coração Jim).

Miss Pettigrew é sobre uma governanta desempregada na Londres pré-guerra. Ela consegue um emprego com uma atriz americana que faz malabarismos com os homens de sua vida: o que a sustenta, o que vai lhe dar o papel de sua vida e o que ela ama de verdade. A Miss Petigrew recebe um makeover e ajuda a atriz a se livrar das confusões. Eu achei legal.

A Tia Helo ia adorar o Leatherheads, apesar do futebol americano tem George Clooney, e acho que ela ia curtir a Miss Petigrew mesmo com alguns padrões morais alternativos (para a Tia Helo é claro). 109 "Ai, Jesus!" coletivo.

O Nevoeiro
Terror do bom. Depois de uma temprestade um nevoeiro misterioso cobre uma cidadezinha. David e seu filho tinham ido até o supermercado local buscar suprimentos para o pós-tempestade quando entra um senhor ensanguentado dizendo que tem uma parada no nevoeiro que pegou o amigo dele.

Mini pânico na loja. Quam sai? Quem fica? Uma mulher resolve sair, e some no nevoeiro.

Lá pelas tantas o David vai olhar o estoque e escuta um barulho vindo de fora. Ele chama uns chapinhas para verificar, mas os amigos não acreditam muito nele e acham que podem consertar o gerador. Assim que eles abrem a porta aparecem uns tentáculos e a gente fica sabendo que a coisa lá fora não está para brincadeira.

De volta a loja, muita gente duvida do David, inclusive o vizinho pentelho dele, que resolve sair no nevoeiro com mais alguns seguidores, um deles vai com cordão umbilical (uma corda amarrada na cintura), mas só metade dele volta.

Claro que dentro do supermercado tem uma religiosa (Marcia Gay Harden - ótima!) dizendo que é o fim dos tempos. Tive mais medo dela do que de qualquer outro bicho que apareceu no filme.

Mais tarde acontece um ataque de uns grilos gigantes, mas os bichos são o que menos importa nessa história. O mais interessante é ver a reação das pessoas confinadas sem saber o que está acontecendo de fato. Ao invés de ficar lá comendo os biscoitos da gondola, elas ficam brigando entre si, culpando uns aos outros.

Ah, eu não vou contar tudo né?

O fim é surpreendente, e triste. A Beth achou que não encaixava na personalidade do herói, mas foi uma opção do diretor porque o final do conto do Stephen King é diferente.

A Tia Helo ia adorar a religiosa. Tudo a ver. Elas iam dizer muitos "Ai, Jesus!" juntas.


O Procurado
James McAvoy faz um herdeiro de um assassino profissional que pertence a uma irmandade. O Morgan Freeman é o chefe, a Angelina Jolie a treinadora.

Tem uma vibe Matrix, mas sem o chato do Morpheus. Adorei as balas que curvam, as perseguições de carro e nada barra aquela cena da Angelina dando um cavalo de pau e o James caindo sentadinho no banco do carona.

Eu me diverti.

Irmandade? Nomes no tecido? Terence Stamp fazendo ponta? A Tia Helo diria 521 "Ai,Jesus!" para o Procurado.

8.9.08

Penta

Eu ia passar um bom tempo sem falar de esportes aqui, mas o Roger Federer venceu o US Open hoje de 3x0 contra o britânico Murray. E eu sou fã.

Pentacampeão do US Open

Esse foi o grand slam #13, só falta um para ele ficar igual ao Pete Sampras.

Momento Vogue: Ana Wintour estava na platéia torcendo que nem o Tonhão na arquibancada do Maracanã. Eu a vi gritando, e no fim pulou com os braços para cima. O cabelo continuou impecável.

O novo Barrados

Eu lembro bem quando começou a passar Barrados no Baile, "nineoutwooneou" para os íntimos, na globo. Era aquela fofoca para saber o que a Brenda ia fazer quando descobrisse que a Kelly ficou com o Dylan quando ela viajou para Europa. E aquelas namoradas freaks/crazy do Brandon? E o eterno casal enxaqueca David e Donna (que só melhorou quando um dos dois se viciou em drogas)? Ainda tinha a cdf-pentelha Andrea que engravidou lá pelo terceiro ou quarto ano da série, e o jock burrinho Steve.

A globo nem mostrou todas as temporadas, e foram muitas, mas eu vi até o fim na Sony. Perdeu totalmente a graça, mas sabe como é a curiosidade humana né?

Então,lançaram uma nova versão/continuação para os adolescentes atuais. Eu vi o primeiro episódio e achei legal.

De volta temos a Kelly como conselheira/professora, a Brenda aparece para uma visitinha, a filha da Andrea estuda no West Beverly, a irmã da Kelly (filha do pai do David) também é aluna do mesmo colégio e o Nat dono do Peach Pit, óbvio, também está lá (acho que esse foi o único emprego desse ator).

A história é basicamente a mesma, uma família sai do interior do Kansas para morar em Beverly Hills. Os pais e dois filhos que não são gêmeos, mas são da mesma idade já que um é adotado. Eles vão morar com a avó (melhor personagem da série) que adora tomar um ice tea batizado , o pai vai ser diretor da escola e a mãe vai passar o seriado inteiro conflitada com a sogra e com as ex-namoradas do marido.

Claro que os pais só parecem 5 anos mais velhos que os filhos, um dos professores parece estar na oitava série, o menino mais rico da escola anda de jatinho e a fofoca acontece através de blogs e sms.

Já rolou um ciúme entre a garota popular da escola e a novata do Kansas (chaaatinha), um lance com o bonitinho do Ethan (o novo Dylan), e um segredo do pai-diretor.

Vou dar uma olhada de vez em quando, mas a minha série teen atual continua sendo Friday Night Lights.

A Luizinha vai gostar de ver 90210, vou até dizer para ela dar a opinião aqui no blog (ela só escreve depois de muitos pedidos).

A Tia Helo não ia gostar nadinha de ver que os adolescentes de West Beverly nem se preocupam se o vidro do carro é escuro o suficiente antes de, hum, se conhecerem melhor. 315 "Ai,Jesus!" para Barrados.

7.9.08

Parada



Como hoje é dia da pátria eu desci para ver a parada que acontece todo ano aqui em frente de casa. Eu poderia ficar na varanda, mas eu vou para rua dar apoio moral as crianças, adolescentes e militares que desfilam nesse sol escaldante.


Três anos atrás o desfile era de tarde, super agradável, era quente no começo, mas já terminava no por do sol fresquinho. Agora todo mundo fica fritando: o pessoal uniformizado, as crianças fantasiadas e os espectadores na calçada.

Ainda assim as pessoas comparecem em peso, e muito bem educadas. Aplaudem todos que passam, todos com bandeirinhas e, ao contrário de outros eventos que acontecem aqui na praia, se mantém organizados e a rua limpa.



As pessoas gostam de ver a parada, e tenho certeza que as escolas se esforçam para oferecer um bom espetáculo, mas nesse horário ninguém é feliz andando no asfalto quente (ainda mais com aqueles uniformes de banda fechados até o pescoço e de luvas).

Pela volta do desfile a tarde, já!

(essas fotos eu bati ano passado, esse ano a calçada estava muito mais cheia)

4.9.08

Os Ingressos

Meus amados do blog tenho estado muito ausente mas, como prometido pra Kaká, tenho que relatar aqui a minha odisséia para conseguir ir ao show da Madonna...acho que nunca mais na vida viverei tal experiência.
Bem... o combinado era que eu iria enfrentar a saga da bilheteria do Maracanã com meu amigo amado Marcelo V’Re (detalhe, acho que é um dos poucos homens heterossexuais fã da vovó do pop). Infelizmente não rolou a companhia dele, pois aqui no RJ está dando uma virose braba e o DJ amigo está acamado. Já vinha me preparando há mais ou menos uns 15 dias para o evento da bilheteria, mas ninguém poderia sequer imaginar a gincana que seria comprar os ingressos para ver a gostosona.
Bem, cheguei por volta das 10:45 da manhã no estádio mais amado do mundo, feliz da vida, pronta para comprar meu ingresso. A fila estava grande, mas nada que assustasse. Logo de cara encontrei uma amiga que já estava na fila desde às 8:20 da manhã, me juntei a ela e logos iniciamos nosso bate papo. Assim que cheguei a bilheteria abriu, por volta das 11:00 da manhã e estava tudo indo muito bem. Pelas nossas contas achávamos que sairíamos dali por volta de uma da tarde... ledo engano. Por volta de meio dia a fila inchou e parou. O primeiro terror do dia, passa alguém da organização avisando que os ingressos vips tinham acabado... esse foi o primeiro stress.
Nesta hora já tínhamos nos enturmados com os nossos vizinhos de fila... André, Anderson e Diego. O Anderson coitado que estava faltando trabalho ficou em estado de choque, pois queria ver a Diva no chiqueirinho vip, mas não rolou. O tempo passando, o sol batendo nas nossas cabeças e 10 passinhos para a frente. Como a ansiedade era muita, fui passear até o inicio da fila com o meu mais novo amigo Diego e lá veio mais um stress, cambistas tentando se camuflar em volta da bilheteria, uma perua dona de agência de viagens comprando mais que o permitido por CPF, que eram 6 ingressos... e os nossos queridos PMs sem fazer nada, absolutamente nada. Isso tudo gera uma revolta muito grande, pois você ficar o dia inteiro na fila para cambistas comprarem o ingresso??? Aonde nós vamos parar?
Bem, voltei para o meu lugar e a fome começou a bater... as opções nutricionais disponíveis eram pipoca e biscoitos da Elma chips. Só. Nem tivemos chance de comer um podrão (forma carinhosa que carioca chama cachorro quente de ambulante) pois o moço vendeu tudo e foi embora. Optamos por pipoca e coca, zero... óbvio. E tome espera na fila...
Lá pelas quatro horas da tarde eu já nem sabia mais se queria ir ao show, a fila simplesmente não andava, eram 4 passinhos e uma espera muito grande. As pessoas que estavam trabalhando não sabiam dar informação e estavam tentando fugir das pessoas na fila. A sorte foi o contato com as pessoas solidárias que estavam em volta... brincamos, rimos e estávamos levando tudo com muito bom humor. Lá pelas sete da noite conseguimos entrar no chiqueirinho, bem perto dos guichês de compra e aí veio a surpresa mais triste: os ingressos de pista comum... tinham acabado. A sensação que tivemos ao ouvir esta notícia era a de que não tínhamos entendido o que o moço tava falando... mas era verdade.
Nosso grupo tão animado teve que se separar para ver a Madonna. Alguns estão indo de arquibancada lateral e eu ainda posso me considerar uma sortuda, pois estou indo de cadeira central.
Espero do fundo do meu coração que esta empresa a t4f – tickets for fun – não venda mais nem rifa de igreja, pois foi uma falta de respeito com as pessoas que estavam na fila do maracanã e com as pessoas que passaram a noite tentando comprar ingresso pela net.
Beijos em todos e até muito breve!!!!!!

29.8.08

Escondidas no iPod

Toda vez que eu estou andando na rua com o meu iPod e eu estou escutando alguma coisa assim...vergonhosa....eu acho que alguém vai me parar e perguntar o que estou ouvindo e eu terei que mentir.

Aí eu vi esse meme no Whatever e eu adoro fazer uma lista então aí vai um top 10 das escondidas no iPod (porque tem mais de 10).

10- Toxic - Britney Spears
Só porque é a Britney, se fosse a Madonna não estava nessa lista. Essa música é muito boa!

09- Take On Me - A-Ha
Eu adorava o clipe dessa música, e, vai, é a melhorzinha do A-Ha.

08-Ebony and Ivory - Stevie Wonder e Paul McCartney.
Ok, entreguei a idade nessa. Adoro o sir Paul e o Stevie, não é a melhor deles, mas eu gosto mesmo assim. Side by side on my piano keyboard.

07 - Wake Me Up Before You Go-Go - Wham!
Ah, eu tenho vontade de sair batendo palmas e dançando junto com o George Michael. Tem coisa melhor que "don't leave me hanging on like a yo-yo"? Adoro.

06- Tubthumping - Chumbawamba
One hit wonder divertido dessa banda com nome de pajé. E é a música tema de qualquer bebum. "I get knocked down, but I get up again...pissing the night away..."

05- Jack and Diane - John Cougar Mellencamp
É a versão americana de "Eduardo e Mônica", não sei nem quando nem onde eu escutei essa música a primeira vez, e nem como eu tenho ela em mp3, para falar a verdade eu nem sei quem é John Cougar Mellencamp, mas eu acho legal.

04-Guantanamera - Celia Cruz
Nada como sacudir os ombros com essa música.

03- Les Champs-Elysees- Joe Dasin
É em francês. Quem em sã consciência escuta música em francês? Por isso está escondida, mas eu acho essa música muito divertida, é de balançar a cabeça acompanhando o refrão.

02- Strani Amori - Renato Russo
Eu aprendi o pouco de italiano que sei escutando essa música muitas vezes. Eu gosto do fim quando ele quase geme "ho voglia de un amore vero, sensa te".

01- You're Still The One - Shanaia Twain
Na era pré-iPod a gente tinha que se contentar com que tocava no rádio, ou escolha alheia então essa música é a famosa música-ruim-para-um-momento-ótimo, toda vez que ela toca me lembra uma coisa boa.


Pronto. De pelo menos 10 vocês já sabem. O resto é segredo. :)

24.8.08

Modo Olimpíadas: OFF

Nem vi a o jogo do vôlei masculino, dormi. Não foi surpresa os EUA ganharem, o jogo deve ter sido muito equilibrado. Vou ver na reprise. Os jogadores fizeram aquela cara de funeral, mas a prata é muito legal, ainda mais num torneio forte como esse. (update: eu vi o jogo. Os americanos jogaram bem demais, não deixaram espaço, e do jeito que o Brasil jogou a prata foi justa. Ainda bem que eu dormi.)

A final do basquete masculino foi muito boa! Todo mundo sabia que os americanos iam ganhar, mas os espanhóis fizeram um excelente jogo. A diferença foi de só 11 pontos (118x107). Levando em conta que os EUA venceu todos os jogos com mais de 20 pontos, a Espanha valorizou esse ouro para Kobe e cia. Os espanhóis comemoraram muito essa prata.

E, claro, que um recorde foi batido na última prova: a maratona. O queniano Wansiru chegou em 2h06min, novo recorde olímpico.

Essa olimpíada foi ótima! As imagens, a organização, os atletas batento recordes, Michael Phelps, Usain Bolt, Cesão e tudo mais.

No encerramento, legal mesmo foi a torre com os bailarinos. O rock/pop chinês foi cafona demais, e depois que a pira apagou a coisa ficou meio boring.

O filme apresentando Londres foi muito legal (adorei o punk do final) e os ingleses trouxeram um ônibus de dois andares com Beckham, Leona Lewis e Jimmy Page. A Whole Lot of Love.


Até Londres 2012!


P.S. Eu gosto muito das olimpíadas, mas não acho que o Rio deve sediar 2016. Prontofalei.

23.8.08

Finalmente.

Jogadoras do vôlei feminino do Brasil, eu não vou mais vou me referir a vocês por aquele apelido "carinhoso". Vocês fizeram uma bela campanha em Pequim, só perderam um set, e só na final. Ouro super merecido! U-huu!!

Evolução

Natalia Falavigna ganhou o bronze nº8, ela está de parabéns. Em Atenas ela ficou em 4º e dessa vez subiu no pódio.

A medalha de ouro no laçamento de dardo foi um norueguês. Ele nem é o campeão mundial, mas foi ouro em Atenas. Hoje ele bateu o recorde olímpico. Andreas Thorkildsen, macho-que-é-macho.



Esporte que eu não vi nessas olímpiadas: nado sincronizado, esqueci.

Momento fofoca olímpica: eu vi no Papelpop que o Phelps roubou a namorada do Eamon Sullivan, a nadadora Stephanie Rice.
O Eamon Sullivan tomou o leitinho australiano (qualquer dia eu faço um post sobre isso), entrou no meu top 5 da olimpíada, eu escolheria ele sem pensar duas vezes. Mas, eu entendo a Stephanie Rice, a golfinhada do Phelps é mais eficiente, e ele tem 14 medalhas de ouro.


Phelps ou Sullivan?

Já que eu falei no Phelps, esse 360º do Cubo d'Água é fantástico. Dá para mexer o mouse para cima e para baixo também, e ainda tem full screen.

Ahhhh, está acabando. Só falta a maratona e o vôlei masculino. Eu quero ver o que a Inglaterra preparou para a festa do encerramento. Já sei que o Beckham vai estar lá.

22.8.08

manhã animada

A Maurren Maggi mostrou como tem que ser: foi lá e logo no primeiro salto fez a melhor marca do dia. A russa Pepe Le Pew no último salto fez um centímetro a menos. Um centímetro! Ouro para Maurren. Primeiro ouro do atletismo feminino!


salto campeão

Momento secando a adversária:

Comentarista 1 "A russa queimou!"
Comentarista 2 "Oba!"

Aliás, a última vez, que eu lembro, que o atletismo ganhou uma medalha de ouro foi o Joaquim Cruz em Los Angeles, 1984. Faz tempo hein?

A Jamaica bateu o recorde mundial do 4x100m. Como correm!! Também com o Bolt no time não tem para ninguém. O Brasil ficou em 4º.

Frase do dia: "Eu sou Bolt, Lightning Bolt." Ele mesmo, Usain Bolt, o agente nº1 da Jamaica.

O ouro do salto com vara masculino foi para Australia, com Steve Hooker, vindo direto dos anos 70 com seu visual meio hippie. Ele fez um intensivo com os cangurus.

O futebol ganhou o bronze nº7 fazendo 3x0 na Bélgica. Muito bem.

O volêi masculino está na final. Again. Contra os EUA. Agora o Bernardinho fica careca de vez. Esse jogo vai ser muito bom!

Pergunta do dia: O que faz uma pessoa escolher a marcha atlética como modalidade?

21.8.08

Prata nº1 e nº2

Robert Scheidt e Bruno Prada, começaram mal, muito mal. Nas últimas 3 regatas conseguiram subir para terceiro e já estavam com o bronze na mão. Na gold medal race o barco sueco ficou para trás, e a medalha foi meio que decidida no tapetão. E foi prata para Robert Scheidt e cia. :)

Sheidt, trazendo medalhas desde 1996

O futebol feminino ficou com a prata. Jogão, lá e cá. As americanas aproveitaram bem a chance e fizeram o gol na prorrogação. Marta e cia estão de parabéns. Sim, poderia ter sido ouro, mas o futebol é uma caixinha de surpresas né?

No vôlei de praia, well, Walsh/May foram campeãs. Merecido. Nem vou comentar o quarto lugar das brasileiras, não vale a pena.

O vôlei feminino conseguiu se classificar para final, e com facilidade. Não me fizeram raiva nenhuma vez nessa olímpiada, espero que não seja na final.

Hoje a noite tem a final masculina do vôlei de praia.

20.8.08

Rapidinho, man.

Usain Bolt está demais! Venceu os 200m muito na frente, e bateu o recorde mundial. Number one. Eu não sei o que misturaram na água lá da Jamaica, mas está funcionando e a cria de velocistas está arrasando em Pequim.

Passei boa parte da manha vendo o salto com vara masculino (sim, com trocadilhos, por favor hahaha). Os atletas tiveram a maior dificuldade para passar 5,65m, o recorde mundial é 6,14 ainda do Sergey Bubka, o recorde olimpico é de 5,95m do americano Tim Mack (que ficou fora hoje). Daqui a pouco a Isinbayeva salta essa altura.

Então, depois de obeservar bastante, escolhi o alemão Danny Ecker como favorito. A final é sexta de manhã.
Deutschland!

Melhor blog sobre olímpiadas: Bronze Brasil, a contagem para conseguir 10 medalhas de bronze e superar Atlanta 1996 quando conseguimos 9.

Na final!


Confesso que ontem antes do jogo começar eu achava que o Ricardo e Emanuel iam ganhar, mas logo nos primeiros pontos Marcio/Fabio mostraram que vieram para ganhar. O Fabio fechou nos bloqueios e o Marcio fez ótimas defesas. O Emanuel quase que jogou sozinho, mas isso não tira a excelente apresentação dos outros.

Eu já disse aqui no blog que vejo o Márcio e o Fábio treinando quase todos os dias, eles treinam nas quadras aqui perto de casa. Conheço os dois, o Marcio há mais de 10 anos quando ele ainda jogava com o Reis (treinador da Larissa e Juliana). O Marcio foi para Atenas com o Benjamim, mas eles não passaram do 9º lugar. Ele e o Fabio se classificaram para essa olimpíada nos 45 do segundo tempo. Foi suado. Eu fico muito feliz em ver os dois numa final olímpica. :)

Olha Marcio/Fabio, é só entrar no jogo da final como vocês estavam ontem, sem medo de ser feliz, que vocês serão campeões. A prata já está no bolso, mas o ouro é melhor.

E lembra de dar tchauzinho quando passar no carro de bombeiros aqui na frente.

19.8.08

Torcedor

Kobe Bryant é o cara. Ele foi para Pequim buscar sua medalha de ouro, jogar um pouquinho de basquete, pensando bem, jogar muito basquete (ele é muito bom!), e de quebra assistir algumas modalidades.

E ele só gosta de ver os melhores, com toda razão. Ele foi ver o Phelps no Cubo D'Água, Ricardo/Emanuel e Walsh/May na praia, e agora ele está na arquibancada do futebol vendo Brasil x Argentina. Ele foi ver a Argentina.
Faz a ola aí Kobe!


O vôlei feminino vai para semifinal. É aí que mora o perigo. Elas me fizeram tanta raiva na olimpíada passada que eu nem vou ver esse jogo, vou esperar para saber o resultado.

Que Renata/Talita tinham quase nenhuma chance de ganhar das americanas todo mundo sabia, mas elas podiam tem dado mais trabalho. As americanas estavam super entediadas com o jogo básico das brasileiras.

18.8.08

Bronze nº5


As meninas da vela ganharam uma medalha de bronze! U-hu!

A organização do atletismo perdeu a vara da Fabiana Murer. Agora me diz, como é que alguém perde uma vara daquele tamanho? Ela ficou nervosa, descontrolada, se meteu no meio da chinesa, reclamou, mas infelizmente não acharam a vara e ela não conseguiu se concentrar para saltar direito. Ela podia ter tendado os três pulinhos do são longuinho para achar a vara.

A Isinbayeva? Estava dormindo enquanto tudo isso aconteceu. Ela acordou para saltar levou o ouro e ainda deu o show do recorde mundial (5,05m). É a Phelps da vara.

O futebol feminino goleou a Alemanha, 4x1, e já garantiu a medalha da prata. Mas, queremos o ouro né?!

Fiquei feliz de ver o Marcio/Fabio passarem para a semifinal. Os vejo treinando quase todo dia. Ele vão enfrentar Ricardo/Emanuel num clássico do vôlei de praia nacional.

Os georgianos/brasileiros também vão para a semifinal contra os americanos.

E o chinês dos 110m com barreira, Liu Xiang? Nem largou. Uma pena.

Melhor título de post olímpico: Celtius, Fortius, Altius, Phelpius no blog do Rogério Romero.

17.8.08

E a olimpíada continua

O Rafael Nadal fez uma olimpíada exemplar. Aliás, esse ano ele está demais! Ganhou Roland Garros, Wimbledon e a medalha de ouro. Foi o melhor no saibro, na grama, e na quadra de cimento. Segunda-feira ele passa a ser o número um do ranking e com a medalha dourada. Ai, caramba hombre!!

Gente, eu acho que aquele filme Cool Running (jamaicanos que vão para as olimpíadas de inverno) deve ser obrigatório nas escolas da Jamaica. Ou eles correm bem ou vão correr na neve. Daí os grandes velocistas dessa olimpíada. No 100m masculino o Bolt ganhou fácil, mandando beijinho para câmera. No 100m feminino foi o trio jamaicano na frente. Voando baixo desse jeito, não tenho dúvidas que eles levam os 200m e os revezamentos.

Verde e amarelo = Jamaica

O Diego caiu. Daiane pisou fora duas vezes. Jade dobrou a perna. Apesar de não trazer nenhuma medalha a ginástica nacional evoluiu bastante, agora tivemos uma equipe inteira chegando na final.

A Larissa não conseguiu, junto com a Ana Paula, ganhar da Walsh/May. Estava difícil para elas, mas, daqui da minha poltrona, eu acho que não souberam aproveitar que as americanas não estavam tão bem. Renata/Talita são as próximas a enfrentar as Phelps do vôlei de praia para ir para final. A China já tem uma dupla garantida na final.

Antes não ventava nada, agora venta demais e chove. Vento demais é sempre melhor que vento nenhum e Robert Scheidt e cia ganharam uma regata. O grande rival do Robert, o britânico Ben Ainslie, que mudou de classe para Finn na olímpiada passada, já ganhou a de ouro dele.

Rodrigo Pessoa se classificou com seu cavalo Rufus.

Adorei o óculos de natação da tia Dara Torres, vintage 1984.

16.8.08

The best.



Em Pequim, Michael Phelps pulou na piscina 17 vezes, nadou 3300m, ganhou 8 medalhas de ouro e bateu 7 recordes mundiais.

São 14 medalhas de ouro e 2 de bronze em duas olimpíadas. Ele é o melhor nadador de todos os tempos.



Eu sou fã dele desde Atenas, onde ele já estava mais do que encaminhado para ser esse super atleta que é hoje. Nessa olimpíada de Pequim eu me vi torcendo sempre para ele bater a linha verde, e confesso que gritei um pouquinho mais para ele na final dos 100m borboleta do que para o Cesão nos 50m livre.



Há mais de um ano eu já tinha me rendido ao Michael Phelps nesse post.

Hoje ele é, para mim, medida de comparação. Por exemplo: o Schumacher é o Phelps da F1, o Federer é o Phelps do tênis, etc.

A participação dele nessa olimpíada acabou. Já estou com saudades de vê-lo na piscina do Cubo D'Água todo dia.



Michael Phelps é macho-que-é-macho. Ele tem a golfinhada (aquela ondulação embaixo d'água) mais sexy da natacão.

Phelps, tira férias, descansa bastante, gasta um bocado desse milhão de doletas e volta para eu te ver nadando em Londres tá?

Lightning Bolt

E depois do ouro do Cesão...

A Fabiana Murer se classificou para a final do salto com vara, prova na qual ela pode disputar uma medalha de prata ou bronze, porque a de ouro é da Yelena, a Phelps da vara.

O russo venceu a rebolada de 20km.

O futebol esperou a prorrogação para fazer gol, fez 2 e vai para a semifinal contra a ..... Argentina.

O vôlei masculino venceu fácil a Polônia. Ok, agora vai.

A dupla Ricardo/Emanuel me deixou nervosa. Fdp foi a coisa mais educada que eu os chamei aqui em casa quando os russos tinham 4 match points. O Ricardo não estava bem, mas conseguiu bloquear na hora certa, e o Emanuel precisa melhorar aquela levantada. O próximo adversário é a dupla 2 dos EUA.

Já Marcio/Fabio tiveram a vida facilitada. Ganharam dos japoneses e vão pegar a Austria 2.


Djokovic se recuperou do pior-smash-de-todos-os-tempos e ganhou do Blake de 2x0. Bronze para você Djoko!



Roger Federer ganhou a medalha de ouro em duplas junto com Wawrinka. E ele fez o ritual pai-de-santo no fim. Legal. Palmas para Federer e cia.

A final dos 100m foi ótima. O jamaicano Usain Bolt estava tranquilo na largada, sem aquela cara de poucos amigos comum nessa prova. Ele chegou sobrando, bateu o recorde mundial(9s69, eu não corro nem 10m nesse tempo), tirou onda, abraçou todo mundo no estádio, beijou umas chinesas, umas loiras, bateu muitas fotos e fez uma dançinha comemorativa. Muito bom!!
Get up, stand up, run!

Basquete entre USA x Espanha foi legal, mas eu achava que os espanhóis iam dar mais um pouquinho de trabalho.

Hoje a noite tem a última do Phelps. Já estou sentindo a síndrome de abstinência...

Frase do dia: "O Phelps já estacionou o caminhão na porta do cubo para levar suas medalhas", comentarista da Sportv.